Rock In Rio Futebol Clube

RIR.FC

O que é um jogo de futebol? Um evento, que tanto mais espetacular, mais rentável e tanto menos, mais deficitário. A definição, se compreendida pelos presidentes dos clubes de futebol, deles faria gestores de eventos. Como os times precisam de patrocinadores, os eventos seriam de ativação das marcas de quem patrocina, com uma vantagem comparativa excepcional sobre os eventos semelhantes, porque o futebol é paixão, que pode fazer dos torcedores fãs das marcas. Está presente no cenário um bom exemplo, que pode ser uma escola para os presidentes dos clubes, o Rock In Rio.

Os músicos e bandas têm o papel subliminar de oferecer às marcas dos patrocinadores mercados imediatos e futuros, porque vendem produtos e imagem. O futebol tem os jogadores e os clubes os contratos para exploração das imagens deles. Mas, os contratos são complementos salariais, com o objetivo único de burlar o fisco e reduzir o compromisso com impostos. Os presidentes dos clubes não olham os contratos de imagem como ferramentas de ativação das marcas, nem mesmo das suas.

Para acontecer, o Rock In Rio tem a Cidade do Rock e o futebol, os estádios. Mas, o modo como um e outro tratam o local dos seus espetáculos é diferente.  Os estádios entram no ambiente de preocupação dos presidentes dos clubes como estornos, elefantes brancos e caros, de tal modo, que há presidentes que preferem gastar dinheiro, tempo e energia com a construção de Centros de Treinamento, quando os seus clubes não possuem estádios. A coisa acontece como se os organizadores do Rock In Rio preferissem a construção de salas de ensaio no lugar de palcos.

O Rock In Rio é planejado com tempo. Cada show é pensado e avaliado. Os jogos de futebol não. Os presidentes dos clubes mal conseguem organizar os jogos do dia seguinte. Tudo é feito com absoluto improviso e nenhuma preocupação há com o retorno financeiro do evento.

Os organizadores do Rock In Rio distribuem cotas de ingressos com os patrocinadores para que eles utilizem na promoção e venda dos seus produtos. Os presidentes dos clubes de futebol utilizam os ingressos de cortesia para levar para os jogos os amigos mais íntimos, os apadrinhados e os bajuladores de plantão, sem qualquer retorno para as marcas.

O Rock In Rio ofereceu ao mercado um curso de gestão de eventos, na verdade, um dia inteiro de palestra e interação com os organizadores, o Rock In Rio Academy. Tomara algum dos dirigentes dos clubes de futebol, principalmente, cariocas, tenham comparecido.

Por Jackson Vasconcelos

Deixe um comentário