Que o Maracanazo descanse em paz

TOPSHOTS-FBL-WC-2014-MATCH61-BRA-GER

Duas frases e uma obra podem ajudar quem queira compreender ou pelo menos entender, o que houve com a seleção brasileira no jogo contra a Alemanha.

O livro é “Dossiê 50”, do jornalista Geneton Moraes Neto, que entrevistou os 11 jogadores que entraram em campo na Copa do Mundo de 1950, no Maracanã e criaram o que Geneton chama de “maior drama do futebol brasileiro”.

O massacre da Alemanha superou o jogo do Brasil com o Uruguai no Maracanã em 1950.

As frases. A primeira é do Nelson Rodrigues, sobre o mesmo evento de 1950:

“Por que perdemos? Ainda hoje, fazemos a mesma pergunta, sem achar a resposta. Pode-se lembrar que entramos sem o mínimo de medo que qualquer luta exige…”

Eu digo, a ausência de medo é arrogância.

A segunda frase, de Einstein:

“Tolice é fazer as coisas do mesmo modo e esperar resultados diferentes“.

– Ghiggia: “Somente três pessoas silenciaram o Maracanã: o Papa, Frank Sinatra e eu”. (G1)

Por Jackson Vasconcelos

Deixe um comentário