Política 15/09/2018 às 18:32
Política 29/08/2018 às 18:31

Será que hoje é diferente?

Dos bastidores, uma lição importante. Terça-feira, 18 de outubro de 1994. Dali a 11 dias, eu completaria 41 anos de idade. Era meio-dia e eu, exausto, já com fome, deixava o Edificio Orly, na Rua Marechal Câmara, Centro do Rio de Janeiro. Passei ali sete longos meses a tocar a campanha do deputado Rubem Medina.

Pensando fora da caixa

É fato que o mundo mudou e muito. Com a comunicação não seria diferente. Novas tecnologias continuam em franca expansão e as mídias e redes sociais têm chamado mais a atenção dos políticos. É o caso do candidato ao governo da Bahia, Paulo Souto (DEM), que aderiu ao uso da ferramenta de mensagens instantâneas Whatsapp

Que o Maracanazo descanse em paz

Duas frases e uma obra podem ajudar quem queira compreender ou pelo menos entender, o que houve com a seleção brasileira no jogo contra a Alemanha. O livro é “Dossiê 50”, do jornalista Geneton Moraes Neto, que entrevistou os 11 jogadores que entraram em campo na Copa do Mundo de 1950, no Maracanã e criaram

Fluminense. A censura.

Inicio com um trecho do Nêumanne no livro “O que sei de Lula”: “Para a Receita Federal, os cidadãos passaram a se dividir em duas bandas: os violáveis e os invioláveis. Foi mais uma prova de que a lei mais forte na República petê-lulista é a “dos dois pesos e duas medidas”.(…) “O petismo forte,