FFC: Roda, roda, roda e avisa…

FFC: “Roda, roda, roda e avisa… um minuto de comercial”.  A imprensa noticiou esta semana a saída do Coordenador ou Diretor do Departamento de Marketing do Fluminense, Marcone Barbosa. Ele ficou um ano. Antes dele, passaram por lá: Roberto, Bernardo, Carlos Eduardo, o mesmo Bernardo, novamente. Depois Michelângelo, Alexandre, Rodrigo Terra e Marcone. E, houve três ou quatro vice-presidentes não remunerados, no mesmo período. Em paralelo, o Fluminense chegou a ter um projeto elaborado pela AMBEV e Traffic, nenhum deles aplicado.

Tudo isso em apenas seis anos de mandato do Presidente Peter Siemsen.

O que fez com que nenhum dos profissionais remunerados ou voluntários conseguisse ficar muito tempo e gerar resultados? A resposta eu apresentei no livro “O Jogo de Cartolas – Futebol e Gestão”, publicado pela Publit. Lá eu faço uma análise completa, mas aqui reproduzo o resumo:

“Peter nunca permitiu que o departamento de marketing funcionasse e isso se manifestou desde o primeiro momento dele na Presidência do Fluminense”.

Por que era assim, sabe lá Deus os motivos!

Mas, o importante neste contexto é chamar a atenção para um fragilidade, que não é exclusiva do Fluminense. Os clubes de futebol brigam à saturação pelas cotas de TV, imploram ao nível da humilhação, por patrocinadores estampados nos uniformes, mas desprezam o potencial do marketing para gerar dinheiro.

Volto ao livro, à abertura do Capítulo 7 – Comunicação e Marketing: “Se um clube de futebol almeja de fato um resultado financeiro que permita investir em um time competitivo, seus administradores precisam concentrar trabalho em dois pontos: marketing e estratégia de comunicação”.

Durante os quase quatro anos, que passei como principal executivo do Fluminense, ouvi do presidente do clube uma conversa: “O Fluminense não terá ativos para as operações de marketing, enquanto a Unimed-Rio ocupar todo o uniforme”. Sim. E agora? A Unimed não está mais no uniforme. Nem por isso, o Presidente do Fluminense conseguiu ocupar o espaço.

24966242490_a3de6d0c3f_z

Por Jackson Vasconcelos

 

Deixe um comentário