Existe candidato honesto?

Existe candidato honesto? Existe sim e, no momento, um deles – talvez o melhor – faz sucesso no cinema. Eu fui conhecer o cara de perto, olho no olho. Gostei uma enormidade!

Resolvi fazer isso no meio da noite de sábado, para me livrar das tensões provocadas por um dia inteiro de pressões de alguns candidatos a deputado federal e estadual do PSD, que querem porque querem alguns grãos de segundos de aparição nas telas de TV. E querem também porque querem algum dinheiro. Qualquer milionésimo de real serve.

O ” João ladrão, que roubou meu coração” é uma das boas representações do Hassum. Para mim uma das melhores.

São ricos os diálogos dele com Isabel, a esposa dentuça, representada pela atriz Flávia Garrafa e com o vampiro Ivan Pires, cópia perfeita do Presidente Michel Temer. Perfeita na fisionomia, nos atos e no jeito torpe de ser.

O filme retrata a política nacional, mas lembra bem a política que se faz no Estado do Rio de Janeiro. João Ernesto ficaria bem na pele do Sérgio Cabral. O vampiro Ivan Pires, na de Jorge Picciani. Marcelinho, o assessor que topa o vale-tudo da política tem a cara, os trejeitos e até o jeitão de falar de um personagem ainda pouco conhecido no Brasil, mas que, se eleito, será, certamente, personagem nacional. O cidadão deputado André Corrêa.

Se você, cara leitora, caro leitor, tiver oportunidade e não assistiu ainda, não perca e se puder faça isso antes da próxima eleição, porque o filme poderá livrar você de uma fria.

Por Jackson Vasconcelos

Deixe um comentário