E o eleitor?

joacc83o-leite-e-alexandre-kalilO primeiro debate no segundo turno das eleições para prefeito de Belo Horizonte foi uma aula do que não se deve, de forma nenhuma, fazer numa campanha: esquecer o eleitor. Disputam a eleição, João Leite, pelo PSDB e Alexandre Kalil pelo PHS. João Leite foi jogador de futebol e o maior tempo da profissão, ele jogou no Atlético Mineiro. Alexandre Kalil foi presidente do mesmo clube durante seis anos, dois mandatos.

No debate, eles partiram para as agressões pessoais e quase chegaram às vias de fato, à pancadaria. O vídeo está aqui copiado, para você mesmo analisar.

Uma campanha eleitoral tem como objetivo fundamental oferecer aos eleitores as informações e dados, que os ajudem a decidir o voto. Os candidatos e a imprensa têm o papel de fornecer e organizar as informações. Portanto, numa campanha para fazer sentido tudo isso, os candidatos, nas entrevistas, programas de TV e debates devem falar, conversar com os eleitores. No debate publicado aqui, dois caras brigam entre si e se insultam o tempo todo. Um erro.

No entanto, aos 48m56 no vídeo, Kalil mostrou que a ficha caiu. Ele usou os 40 segundos finais dos 90 segundos que teve para responder com um pedido de desculpas ao eleitor pela qualidade do debate, mas alfinetou o adversário, ao final: “Eu quero acabar nesses 43 segundos, pedindo desculpas pra você, tá? Pedindo desculpas pelo o que tá acontecendo aqui hoje. Eu, pessoalmente, estou envergonhado. Eu não vim aqui pra isso. Eu não achei que nós íamos chegar a esse ponto. Então, da minha parte, eu quero adiantar a todos vocês as minhas desculpas…”

Sobre o debate, comentei também no meu facebook:

Por Jackson Vasconcelos

Deixe um comentário