Discurso só vale com prática, isso é novo

Macron venceu a eleição na França. A vitória foi assunto no mundo todo. Quem operou a campanha do Macron colocou o pé na estrada e foi bater de porta em porta pelo mundo para vender a fórmula da vitória. Nascia o livro “Macron por Macron”.

Eu mesmo fui premiado com uma reunião com a turma, que veio interessada na campanha para o governo do Rio de Janeiro. Um software é a alma do negócio deles. Espero que do pacote faça parte um software para cumprir o que foi prometido na campanha sem ter que enfrentar as massas.

Macron começou a governar e há greve nas ruas.

Começou com os maquinistas, que se aposentam com 52 anos, têm estabilidade no emprego e, de graça, bilhetes para uso dos trens para o empregado e toda a família. Os trabalhadores dos setores de energia elétrica e gás também entraram em greve por solidariedade com os maquinistas.

Também em greve estão os lixeiros e universitários, que lutam contra a criação de um sistema de seleção para ingresso nas universidades. As companhias aéreas também estão na lista das greves. Agora é hora do Macron mostrar que o discurso que usou faz parte, de fato, dele.

Aguardemos.

Por Jackson Vasconcelos

Deixe um comentário