Como vencer no campo do adversário?

Gonzaguinha criou Geraldino e Arquibaldos e lá está uma lição de estratégia, que foi aplicada no período em que Indio da Costa foi secretário de Urbanismo, Infraestrutura e Habitação da Prefeitura do Rio, na administração do adversário dele no primeiro turno da campanha para prefeito.

“No campo do adversário é bom jogar com muita calma procurando pela brecha pra poder ganhar”.

Por história política e pessoal e perfil dos eleitores de cada um, Indio da Costa e Marcelo Crivella sempre estiveram em campos opostos. Mas, no segundo turno da campanha de 2016, Indio apoiou Marcelo Crivella e depois aceitou dele o convite para ser secretário, da principal secretaria.

Naturalmente, os aliados do prefeito e assessores mais próximos olharam a decisão com desconfiança e desde o primeiro momento, tentaram demarcar o terreno pelas diferenças.

Indio da Costa chegou com muita calma e sendo candidato na eleição seguinte para governador, ele precisava encontrar as brechas na administração do Crivella pra poder ganhar. Encontrou várias, mas a principal foi conquistar a equipe do Crivella, vencer as resistências e unir a esses passos ações administrativas concretas, também num campo adversário: imprensa Globo.

Indio conseguiu.

Por Jackson Vasconcelos

Deixe um comentário