Política

O “rebaixamento” do Carioca

A presença do Flamengo e do Fluminense na recém-criada Liga Sul-Minas-Rio é ato de retaliação dos dois clubes à maneira como o Presidente da Federação de Futebol do Rio de Janeiro (Ferj) organiza o Campeonato Estadual e se relaciona com os clubes, que participam dele. Sobre o tema, Rica Perrone escreveu “O melancólico fim do

Dilma para os leões

O Tribunal de Contas da União tirou o mandato da Presidente da República, quando por unanimidade de votos reprovou-lhe as contas de 2014 e encaminhou a decisão com uma série de discursos de desagravo em favor do relator da matéria. A Presidente poderá permanecer por algum tempo na cadeira presidencial, mas perdeu legitimidade e quando

O futebol e o mundo de ponta-cabeça

A Coca-Cola, o McDonald’s e a VISA, patrocinadores do futebol mundial pediram a renúncia do Presidente da Fifa, Joseph Blatter. Foram prontamente atendidos e muita gente aplaudiu, porque o mundo anda saturado com as afrontas que recebe das pessoas que exercem o poder na Fifa e em todo canto. Mas, o fato mostra um mundo

A Ciranda de Ministros

A Presidente concluiu a dança das cadeiras dos ministros. Assim que tomei conhecimento da notícia me lembrei de um artigo publicado pela Denise Frossard, Deputada Federal pelo PPS-RJ na época, no Correio Braziliense, em 2014. Lula vivia a primeira etapa dos seus dois turnos de governo. Foi tempo, pra mim, de aprendizado. A troca dos

A CBF funciona. Pobre Romário!

O processo que levou a CBF a realizar jogos do Campeonato Brasileiro às 11 horas mostra que é possível organizar o futebol com base mais técnica, sem superstição ou emoção à flor da pele. Antes de aplicar a novidade, a CBF resolveu testá-la sem imposição. Ouviu os clubes e os que aceitaram de pronto a ideia

Somos todos pessoas com deficiências

A acessibilidade é algo que os administradores públicos não compreendem. Fazem dela palavra de ordem de uso retórico no mandato e publicitário nas campanhas. Está aí a causa das cidades brasileiras, principalmente, as metrópoles, serem quase inteiramente inacessíveis para as pessoas de vida comum e bem pior para aquelas que têm qualquer tipo de deficiência.

Campanha Eficiente: O Candidato

Em “O Candidado”, quinto vídeo da série Campanha Eficiente, no canal da Estratégia e Consultoria no youtube, Jackson Vasconcelos explica porque é fundamental a qualidade da relação do candidato com ele mesmo na definição do resultado da campanha.  

Sai o dinheiro, entra a política

Os Ministros do Supremo Tribunal Federal, com a decisão de proibir a doação de empresas para campanhas eleitorais, mandaram os candidatos gastar sola de sapato, transmitir calor, suar o corpo, exercitar os ouvidos, ficar mais perto de nós, eleitores, até para pedir dinheiro. Se, ao contrário do que prevê o meu medo de ser feliz,

Campanha Eficiente: O valor da equipe

O tema abordado por Jackson Vasconcelos no quarto vídeo da série Campanha Eficiente, no canal da Estratégia e Consultoria no Youtube, é o valor da equipe. O consultor destaca que cada membro de uma equipe de campanha é um eleitor qualificado que, além de votar, multiplica ou subtrai votos do candidato. Por isso, a formação

Uma reforma ou uma encruzilhada?

O modo como conseguir dinheiro para financiar as campanhas eleitorais para as funções de Estado (vereador, deputado, senador, governador e presidente) é o tema que justifica a intenção de reformar o modelo de campanhas, que indevidamente, andam a chamar de “Reforma Eleitoral”. Ela carrega uma questão central: é exequível financiar campanhas competitivas sem contar com