Política 31/07/2017 às 19:55

Moro e a ciência exata

“Agora, é preciso entender que o Direito não é uma ciência exata. Às vezes, pessoas razoáveis divergem. Faz parte da aplicação do Direito”. A frase está numa entrevista que o Juiz Sérgio Moro concedeu à Folha de São Paulo. No popular, ele quer dizer: “Cada cabeça uma sentença”. Não deveria ser assim, porque a lei,

As novelas e os políticos

Dá pra aproveitar no desenho de estratégias para campanhas, a entrevista do Silvio Abreu às amarelas da VEJA. Autor de novelas e diretor do departamento da TV Globo que cuida do gênero, Silvio dá informações, com certeza, baseadas nas pesquisas qualitativas que a TV faz para criar as novelas. Diz Silvio Abreu: 1) Sobre ética:

Uma lição que Michel Temer não aprendeu

Saul permanecia rei de Israel, quando Deus, aborrecido com ele, escolheu Davi. Mas, Saul continuaria rei enquanto vivesse. Entregue à própria sorte, Saul aliviava o espírito ouvindo as músicas tocadas por Davi, sem saber que estava diante do sucessor. Com o tempo, ficou tomado pelo ciúme ou inveja de Davi e iniciou-se o enfrentamento. Davi

Pesquisa pra quê?

Recebi um telefonema curioso. Uma voz feminina gentil e direta quis saber a minha opinião sobre as reformas trabalhista e da previdência. Na terceira ou quarta pergunta, depois do blá, blá, blá, introdutório, onde estava o interesse em saber se estou empregado ou não, veio a chave da pesquisa: “O senhor abriria mão dos seus direitos

Pau que dá em Chico, dará em Francisco

O Jornal Nacional apresentou ontem um trecho da entrevista do Procurador-Geral Rodrigo Janot ao jornalista Roberto D’Ávila. Em pauta o processo contra o Presidente da República. Escolhido foi o momento em que o jornalista indagou o Procurador sobre a existência de provas. Ele respondeu estar alicerçado numa narrativa, que reúne a audiência concedida pelo Presidente